sábado, 9 de novembro de 2013

CUIDADO COM A DISTRAÇÃO

No evangelho de João 21.17-22, temos uma cena interessante e instrutiva - como não poderia deixar de ser, já que é um texto  das Escrituras Sagradas.
Nela o Senhor Jesus especifica a missão de Pedro: apascentar as Suas ovelhas. Também profetiza que Pedro iria sofrer a prisão e martírio para glorificar a Deus. Depois repete a ordem que Ele havia dado a Pedro, quando o encontrou pela primeira vez: "segue-me". 
Então Pedro percebe que há um outro discípulo acompanhando-os, e não resiste à tentação de perguntar:"Senhor, e deste que será?"  Não bastava a Pedro saber sobre sua missão e futuro, ele também queria saber a de João.
Não sei a motivação para a pergunta de Pedro. Mas pensando em mim, vejo nela uma atitude muito comum entre humanos: comparação.
Não nos contentamos em saber o que Deus quer para a nossa vida, queremos também comparar isso com Seu plano para a vida de outros. Temos a pretensão de julgar se o plano para sicrano ou fulano é melhor do  o que Ele tem para nós. Assim, demonstramos nossa falta de confiança em Sua sabedoria, amor e soberania. Todos os seus planos para os Seus servos são os melhores e mais os benéficos! Além disso, por Ser Soberano, Ele tem o direito de estabelecer os planos para cada um, sem o direito de ser avaliado ou julgado por nós.
A resposta de Jesus é aparentemente dura, mas extremamente necessária para nos trazer de volta à perspectiva correta da vida: 'Se eu quiser que ele fique até que eu venha, que tens tu com isso? Segue-me tu."
Em outras palavras: "Pedro, Meu plano para ele não importa a você, neste caso, seu foco deve ser me seguir. Concentre-se nisso. O Senhor aqui Sou Eu, você é o discípulo, obedeça. Não se distraia com preocupações que competem a Deus quanto à vida dos outros, concentre-se em cumprir o que Lhe ordenei".

A preocupação com o plano de Deus para os outros pode nos levar à distração quanto ao propósito que Ele tem para nós!