sábado, 24 de dezembro de 2011

NATAL: UMA VISITA ESPECIAL DE DEUS A HUMANIDADE


             Uma resposta adequada à pergunta “o que é o Natal?”, é que ele é a comemoração da visita especial que Deus fez aos homens.
              Deus fez várias visitas fez ao homem. A Bíblia é a história de Deus, cheio de misericórdia e amor, buscando o homem, que está perdido em seus pecados. Desde o Jardim do Éden que Ele vem ao homem. Ele visitou o homem de várias maneiras; em sonhos e visões, através de anjos e mensageiros humanos, falando e aparecendo diretamente. Todas estas vindas eram preparatórias para uma vinda especial e diferente: aquela que Ele veio em forma humana.
No Natal Deus veio assumindo nossa humanidade, tornando-se homem, sem deixar de ser Deus. O evangelho de Mateus nos conta como foi esta visita.  No capítulo 1.1-17 é mostrada a ascendência humana de Jesus. Indicando que Ele era descendente de Abraão, a família escolhida; de Israel, a nação escolhida; e de Davi, a rei escolhido. A primeira frase do parágrafo que vai de 18-23 diz: “O nascimento (origem) de Jesus Cristo foi assim. O propósito é contar que a geração de Jesus foi sobrenatural, isto é, não foi produzida por meios humanos, fato enfatizado três vezes no texto.
           Maria estava prometida em casamento a um homem chamado José, mas o casamento ainda não havia sido consumado. Seria correspondente hoje a um noivado, só que naquela época já era um compromisso tal qual um casamento, mas o casal ainda não morava na mesma casa. Maria e José tinham o status de casados, mas não haviam tido relações sexuais.  Neste estado Maria foi encontrada grávida. Esta gravidez foi produzida pelo Espírito Santo.  Ele veio e gerou Jesus no ventre da virgem. Sendo assim, não houve a participação de um homem. Foi um ato sobrenatural. Fugindo aos padrões normais da geração de qualquer outra pessoa.
A Bíblia narra outros nascimentos milagrosos, mas nenhum semelhante a este. Podemos citar Isaque, Jacó, João Batista e outros. Nestes casos havia a impossibilidade causada pela esterilidade das mulheres e ou pela velhice dos homens. O milagre foi a habilitação para que os homens gerassem e para que as mulheres concebessem, mas ainda através de uma relação sexual. Deus capacitou homens e mulheres incapazes a manterem um relacionamento, e assim gerarem outro ser humano.  O milagre foi essa capacitação, mas o modo foi natural.
No nascimento de Jesus não foi assim, o próprio modo não foi natural. Não houve a participação de nenhum homem. Não houve nenhum relacionamento sexual.  A geração de Jesus no ventre de Maria foi feita pelo Espírito Santo. Era o próprio Deus que estava naquele ventre, só que em forma humana, na forma de um bebê.
José percebeu que Maria estava grávida, mas ainda não sabia que a geração havia sido do Espírito Santo. Pela lei, ele poderia acusar Maria diante de um tribunal e levá-la ao apedrejamento (Deuteronômio 22.23,24). Mas ele era um homem justo, não queria envergonhá-la, expor publicamente a sua gravidez, ou o pecado que ele pensava que ela teria cometido. Por isso planejou um processo de divórcio particular. Seu propósito era deixar que Maria ficasse  livre para casar com o pai do bebê. 
Enquanto ele refletia neste projeto, Deus lhe enviou um anjo que lhe revelou a realidade. Este mensageiro celestial confirma que a gravidez de Maria havia sido gerada pelo Espírito Santo. O anjo acrescenta a missão de Jesus: salvar alguém de alguma coisa.
Por isso o seu nome seria Jesus, que é a forma da língua original do Novo Testamento (grego) dos nomes Josué e Oséias, que eram suas formas na língua original do Antigo Testamento (hebraico). O significado destes nomes é “o SENHOR salva”. Jesus veio para ser o Salvador de Seu povo, não de toda e qualquer pessoa, mas daqueles que se comprometem com Ele em fé e arrependimento. Daqueles que se identificam como seus, formando o Seu povo.
A salvação seria do pecado. Todos os nossos males são causados pelo pecado, nosso e dos outros. O pecado trouxe doenças, dores, maldições, tristezas, choro, morte física e morte eterna. Deste modo, a salvação genuína tem que nos livrar desta causa maior. Ser livre do pecado significa ser salvo da maldição aqui e da condenação eterna. Esta foi a salvação que Jesus veio trazer.
É dito que o nascimento de Jesus foi assim, para que uma profecia feita 700 anos antes, fosse cumprida. Esta profecia se acha em Isaías 7.14. Ela anuncia a concepção por parte de uma virgem. Novamente temos a ênfase na geração sobrenatural de Jesus. E pela terceira vez mostra que esta criança seria a presença de Deus entre nós. Por isso um de seus outros nomes seria Emanuel, uma palavra hebraica que significa “Deus entre nós” ou “Deus conosco”.
Isto é o Natal, Deus se fazendo presente entre nós. Deus visitando-nos através de Seu Filho Jesus. E esta visita foi para nos salvar de nossos pecados. Este Deus deve estar presente em sua vida. Deve ser Emanuel para você. Você precisa fazer parte do povo Dele, recebendo-O em sua vida, através do arrependimento de seus pecados. Crendo na Pessoa Dele, e na missão que Ele veio realizar.  Só assim você terá, não apenas um Feliz Natal, como também uma eternidade feliz.

3 comentários:

GRAMÁTICA TEOLÓGICA disse...

Como a Palavra de Deus é rica e impactadora. Essa postagem é uma prova de como ela é capaz de gerar meditações preciosas!

Janete Maia disse...

A mensagem é maravilhosa. Você reuniu informações e referências, de uma forma, que conseguiu como eu jamais li ou ouvi, antes,

esclarecimentos sobre o nascimento sobrenatural de Jesus. Seu texto pode, com certeza, convencer os céticos, os que duvidam e os que não compreendem totalmente. E estas são as boas novas que Cristo nos trouxe com Seu nascimento.

Parabéns! Que Deus continue a te iluminar, que a sabedoria do alto esteja, sempre, presente em você e assim, possamos, aprender e desfrutar mais e mais do amor do Senhor.

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
ALMIR MARCOLINO

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA, TOQUE DE CANELA ,STAR WARS,

José
Ramón...