quinta-feira, 13 de junho de 2019

LECTIO DIVINA


Lectio Divina é uma expressão em latim que pronuncia-se "lekssio divina" e significa "leitura divina". 
Trata-se de um método milenar de ler, meditar e orar as Escrituras. Em outras palavras, é um método antigo de fazer o devocional particular e diário.  Devemos lembrar que um método deve servir como apoio na busca de um objetivo. Se tal objetivo pode ser alcançado de outro modo, o método torna-se desnecessário (José Moreno, em Lectio Divina, pg. 14)
O alvo deste método é desenvolver em nós uma mentalidade bíblica, um modo de pensar que se assemelhe ao de Deus, transformando-nos pela renovação da nossa mente, para assim vivenciarmos a boa, agradável e perfeita vontade de Deus (Rm 12.2). 
O pressuposto do método é que a Bíblia é a Palavra de Deus, que Ele nos fala hoje através delaConforme lemos:  Tudo que outrora foi escrito para nosso ensino foi escrito, a fim de que pela perseverança e consolação das Escrituras, tenhamos esperança (Rm 15.4)Estas coisas lhe sobrevieram como exemplos e foram escritas para advertência nossa... (1Co 10.11). Lemos a Bíblia para ouvir Deus falando conosco através dela, e para que, assim nossa vida possa ser direcionada por Ele. 
Quero apresentar alguns passos deste método.
            1º PREPARAÇÃO.  Reflexão exige um local e atitude apropriados.  Escolha um local e horários quietos e calmos, onde possa manter a concentração.  A repetição de local e horários ajuda a desenvolver uma associação mental que leva a uma mentalidade propícia para a meditação.  Assente-se quietamente, numa posição de relaxamento, mas também de alerta. Acalme seus pensamentos, deixando toda preocupação, perturbação e distrações de lado, como se estivesse em outro local. 
Se encontrar dificuldade nisso, controle sua respiração. Com os olhos fechados inspire e expire lentamente. Repita esse exercício até que sua respiração se acalme e as batidas do seu coração se normalizem. 
Ore pedindo que Deus guie seu tempo de leitura e reflexão das Escrituras, mostrando-lhe a verdade da Sua Palavra. Se tiver dificuldade nisso, repita conscientemente uma oração conhecida, como Pai nosso, ou uma frase de clamor como "Deus, tem misericórdia de mim" ou ainda, "Senhor me ajude a me acalmar", ou mesmo entoe um cântico que você aprecia.  Esteja alerta para ouvir Deus falando na leitura da Palavra. 
            2º LEITURALeia a passagem concentradamente, repetidamente. Ao menos uma vez leia em voz alta. Impeça sua mente de vaguear e voar para longe do texto.  Se puder, tenha outras versões por perto e leia a passagem nelas.  Se alguma palavra, frase ou pensamento do texto lhe chamaram a atenção, anote. Pergunte ao texto: o que você está querendo ensinar?
            3º MEDITAÇÃO. Medite. Reflita na passagem. Especialmente nos aspectos que mais lhe tocaram. Permita que, além dos pensamentos as afeições, emoções, vontade e até a imaginação permeie seu entendimento da passagem. Imagine e crie imagens mentais dos eventos narrados na passagem. Meditar é ruminar, repensar o que foi lido. Isso não pode ser feito de forma apressada. Entre na passagem, perguntando o que ela diz a você. Se for uma narrativa procure saber com quais personagens você se identifica.
            4º ORAÇÃO.  Ore falando com Deus sobre a passagem lida. Conte para Deus o que chamou sua atenção na passagem. O que lhe tocou. E peça para Ele mudar sua vida de acordo com aquela passagem. Pode colocar a passagem na primeira pessoa e em forma de oração. Por exemplo: se você ler Mt 4.4 onde Jesus diz que nem só de pão vive o homem, você poderá orar assim: Senhor, está escrito que não é o pão que me dá vida, mas a Tua Palavra. Ajude-me a me alimentar e depender desta Palavra. 
            5º CONTEMPLAÇÃO. Contemple a presença de Deus. Desfrute da presença de Deus, como alguém que está em contato com uma Pessoa muito preciosa. Em silêncio e quietude alegre-se com Deus através de sua palavra. Louve e agradeça por este tempo. Se lembrar de algum cântico, entoe-o. 
            6º AÇÃO. Depois de dar os passos acima, anote algumas coisas que você precisa fazer à luz da passagem lida. Então, calmamente, saia do lugar, alegrando-se com o fato de que a presença de Deus continuará com você.    
Um lembrete: se durante o processo, os ruídos internos aparecerem (preocupações, problemas para resolver), pare e conte o problema para Deus. Não resista a este barulho, mas ouça-o e conte-o a Deus, e depois continue no processo.  Algumas vezes as vozes internas aproveitam estes silêncios para gritarem conosco. Deus pode usar isso para mostrar direções e correções de que nossas vidas precisem. 
No princípio, pode ser difícil aplicar este método mas, com a prática, você vai se acostumando com ele. Meu desejo é que seu amor por Deus e Sua Palavra, e seu aproveitamento da mesma aumentem, e que você se junte aos muitos cristãos que no decorrer da história se deleitaram com Deus, através deste método.  
    


Um comentário:

Elma Morais - Poetisa disse...

Já aplico alguns passos do método, gostei.