quarta-feira, 25 de junho de 2008

PERSEVERANÇA NA ORAÇÃO

Certo garimpeiro passou vários anos cavando em seu garimpo e não conseguiu encontrar ouro. Desanimado, vendeu o garimpo para uma empresa. Poucos dias depois a empresa descobriu ouro. Era só questão de cavar mais um pouco. Faltou perseverança.
A perseverança é o fator mais importante para o sucesso de alguém. Claro que talento, oportunidades, incentivo de familiares e amigos contribuem, mas nada disso produz o efeito desejado se não houver perseverança.
O mesmo pode ser dito na vida com Deus, especialmente nas orações. Deus valoriza e deseja nossa perseverança nas orações. No Novo Testamento há quatro grupos de palavras para perseverança. Eram termos militares que serviam como metáforas para as batalhas da vida. Indicavam aquela virtude de ficar firme diante das dificuldades da vida. Um destes grupos é composto de três termos, dois verbos e um substantivo. O verbo original vem da palavra “força” e significa “ficar forte”, “suportar com força, firmeza e coragem uma situação”. O verbo derivado acrescenta uma preposição que indica um elemento de tempo, dando a idéia de “persistir com força”, “perseverar em ser firme e forte”. O substantivo aponta para a qualidade da perseverança. (Na língua grega do NT estes termos são Kartereo; proskartereo, proskarterhesis).
Quando aplicados a coisas estes termos falavam da ocupação pronta, diligente, forte, firme e disciplinada com algo. Quando usados para pessoas significavam a atenção constante, ou a fidelidade perseverante de alguém para outra pessoa (At 8.13; 10.7). Estes termos aparecem doze vezes no NT, sendo que sete vezes fala diretamente da consagração ou perseverança na oração. Somos exortados a perseverar, a ocupar-se de forma diligente, forte, firme à oração.
Os primeiros discípulos reconheceram o valor de se apegar com firmeza e persistência à oração. Em Atos 1.14 lemos que eles esperavam a descida do Espírito Santo perseverando na oração. O Senhor Jesus já havia dito que enviaria o Espírito Santo, mas mesmo assim era necessário esperar este cumprimento com oração perseverante. A perseverança na oração é necessária para esperamos o cumprimento das promessas de Deus. É a oração que nos ajuda a permanecer firmes e fortes enquanto aguardamos.
A perseverança na oração se tornou uma característica da Igreja. Quando nos é descrito como era a vida daquela igreja nos é dito que ela perseverava na oração (Atos 2.42). Foi desta perseverança que a Igreja tirou forças para resistir aos obstáculos e continuar crescendo.
Os apóstolos não estavam dispostos a deixar de lado esta perseverança. Eles afirmam enfaticamente que a igreja deveria escolher pessoas para ajuda-los nas outras tarefas, porque eles se devotariam à oração e ao serviço da Palavra (Atos 6.4). Somos tentados a nos devotarmos ao que é urgente e público, àquilo que é visto e cobrado pelas pessoas. Muitas deves deixamos de orar para atender às pressões e pedidos urgentes. Mas Deus nos chama para priorizarmos a oração. Não podemos nos deixar levar pelas pressões e esquecermos de orar.
Por três vezes o apóstolo Paulo nos exorta a perseverarmos na oração (Romanos 12.12; Efésios 6.18 e Colossences 4.2). Isto nos mostra o quanto esta perseverança é importante.
Esta perseverança só pode ser alimentada pela fé que vê o invisível, que não se deixa esmorecer pelas ameaças visíveis. Tal qual a fé que fez Moisés perseverar firme diante da ira do Faraó, porque ele estava contemplando a promessa de Deus (Hebreus 11.27). Certo estudioso disse que a Oração não é apenas um exercício piedoso. É uma obra séria. É arte da batalha, da nossa guerra espiritual. Numa guerra precisamos de perseverança para vencer. Assim na oração. Deus valoriza e deseja nossa perseverança nas orações.

5 comentários:

David dganeto@hotmail.com disse...

Ao ler sua meditação, lembrei-me logo de Daniel que demonstrou também perseverança na suas orações, mesmo colocando com isso a sua vida em risco... quero imitá-lo e ser cada vez mais perseverante nas minhas orações!
David.

nadokemili disse...

A paz do Senhor Jesus meu amado!
Estava preocurando um estudo da Bíblia sobre perseverança na oração, e eu encontrei no seu estudo, muito obrigado, faço parte de um Ministério de Intercessão e me ajudou muito, que Deus continui te abençoando.
Fica na paz do Senhor...
Renato

dr_irena@hotmail.com disse...

A perseverança passa ser o fator principal quando temos fé e buscamos em oração, não tendo assim a resposta de imediato, então entra este exercício maravilhoso que é a perseverança, tiago1:3 fala nos que a prova de nossa fé, produz perseverança..... lembrei-me de Ana 1Sam. 1:27 Deus abençõe a todos.

David Lima disse...

Paz do Senhor!
Sou novo aqui no seu blog, mas já gostei muito de alguns artigos incluisive este sobre a Perseverança na Oração. Já sou seguidor do seu blog, e com a sua permissão, gostaria de publicar este artigo no Blog Colheita Final, claro, com todos os créditos. (http://evangelizahoje.blogspot.com/)

Josué Amaral disse...

Almir, muito bom o que escreveste, assuntos de oração me interessam.
você poderia comentar ou me ajudar na seguinte questão sobre oração?

Deus age através da história, e vemos em várias biografias que por traz de muitos momentos desses (movimentos de missões e reavivamentos, e até o que citaste sobre a descida do Espírito Santo aos discípulos) haviam homens orando intensamente .
O que de certa forma tem me intrigado é: Será que Deus age em momentos especiais assim, porque há homens orando mais e mais, ou.... porque Ele quando Ele quer fazer tal despertamento para missões ou um reavivamento em tal lugar ele levanta homens para ORAREM mais, (como que uma forma de pensar , para justificar o que ele quer fazer)Ex : o movimentos de oração dos Morávios, e sua visão para as missões. Hudson Taylor, Jonh Hyde no livro "O homem que orava" de Francisco MacGaw. Martinho Lutero etc.
obrigado meu e-mail pastorjoamaral@gmail.com