segunda-feira, 23 de maio de 2011

EVANGELIZAR!!! POR QUÊ???



A expressão por que é usada para expressar razão, motivo, ou propósito. Isto é, ela tanto pode indicar a motivação que nos leva a fazer algo, como o para quê fazemos algo. É compreensível que a expressão seja usada assim, pois muitas vezes o motivo e propósito são confundidos. Exemplos: um pai pode pagar uma boa escola para seu filho porque ama o filho, neste caso sua motivação é o amor. Ou um pai pode pagar uma boa escola para seu filho porque quer que ele passe no vestibular, neste caso o motivo é seu propósito: o sucesso do filho. Mas ainda, um pai pode ter a motivação do amor e o propósito do sucesso ao mesmo tempo.

Esta confusão ocorre com muita freqüência na vida. Muitas vezes fazemos do para quê o nosso porquê. Inclusive na evangelização. No penúltimo boletim lemos que evangelizar é proclamar a mensagem que se encontra na Bíblia, como as boas notícias que Deus tem para o homem. Estas notícias são que Deus realizou a nossa salvação através da morte e ressurreição de Cristo. E diante disto as pessoas são convocadas ao arrependimento (abandono dos pecados) e à fé (aceitação da salvação e perdão que Deus oferece gratuitamente em Cristo). Neste artigo veremos o porquê (a razão, motivo) devemos evangelizar. Num futuro veremos o para quê.

A maior motivação para evangelizarmos é o amor a Deus. Este deve ser o combustível que nos move a proclamar a salvação.

Quando amamos alguém queremos fazer algo que alegre esta pessoa. Deus se alegra quando as pessoas ouvem o que Ele fez por elas, Ele tem prazer na conversão delas. Falando através do profeta Ezequiel, Deus menciona por três vezes que não tem prazer na morte do pecador, mas que Seu prazer é que este se converta e viva (Ez. 18.23,32; 33.11). Se amamos a Deus faremos o que lhe dá prazer: evangelizar.

Quando amamos cooperamos com a tarefa que a pessoa amada realiza, a não ser que ela não queira nossa cooperação. Deus está empenhado na tarefa de comunicar ao homem o evangelho, as boas novas da salvação. Em Atos 17.30, o apóstolo Paulo diz que Deus anuncia (no original a palavra tem composição semelhante a evangelizar) a todos os homens em todos os lugares que se arrependam. Deus enviou e ungiu Jesus para evangelizar (Lucas 4.18). E Deus quer a nossa cooperação nesta tarefa. Antes de Jesus subir ao céu Ele comunicou esta ordem: Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura (Marcos 16.15). Se amamos a Deus cooperaremos com Ele nesta tarefa que é: evangelizar.

Uma segunda motivação para nossa evangelização é o amor ao próximo. Quando amamos queremos que a pessoa amada tenha o melhor. A maior bem que qualquer pessoa pode ter é o evangelho. Não há tesouro maior. Jesus comparou o evangelho a um tesouro pelo qual o homem dá tudo que tem (Mt 13.44). Se amamos o nosso próximo iremos lhe anunciar o maior bem: o evangelho.

Não queremos que algo de ruim aconteça com as pessoas que amamos. A pior coisa que pode acontecer a alguém é perder a sua alma. O próprio Jesus disse que de nada adianta a pessoa ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma (Mt 16.26). Todos as pessoas estão condenadas a perder a sua alma, por conta de seus pecados ( Rm 3.23; 6.23). Só há um meio delas escaparem desta condenação: o evangelho de Cristo (Atos 4.12). Foi por isso que Pedro disse que não poderia deixar de falar das coisas que viu e ouviu (Atos 4.20). Se amamos o próximo iremos lhe anunciar o único modo dele escapar da condenação eterna: o evangelho.

Resumindo: quem ama, evangeliza !

Nenhum comentário: