sábado, 30 de janeiro de 2016

SENDO QUEM DEUS DESEJA


                                                         
             “Quando criança sonhei,
                    Ser Flash Gordon, 
                        super Homem, 
                          Robin Hood
Ou até um rei dos contos de fada
Quis ser ídolo num grupo de rock
Ou mocinho num filme de caubói”

            Esse verso pertence a um hino intitulado “Hoje sou feliz”, composto por Janires, músico brasileiro das décadas de 1970/80. Penso que faltou uma frase que manifeste o desejo de ser semelhante a algum jogador de futebol. Os personagens mudaram com o tempo, mas as frases expressam o anseio perene da vida de criança: ser alguém diferente do que se é.
Expostas à mídia e ouvindo histórias de heróis, as crianças cultivam um desejo por uma vida mais atraente e glamourosa. Sentem-se descontentes com a realidade que experimentam e suas vidas lhes parecem sem gosto.  Idealizam a felicidade naquela vida dos heróis dos contos e da televisão.
Não haveria grandes problemas se esse sonho ficasse restrito às brincadeiras fantasiosas da infância. Mas, o anseio por uma vida cheia de poder para resolver todo e qualquer problema, ou ainda, a ilusão de uma vida sem nenhum problema, onde tudo é beleza e felicidade, acompanham a maioria das pessoas mesmo na vida adulta.
Até aqueles que seguem a Cristo são contagiados por esse sentimento: como gostaria de ser Samuel, Elias, Moisés, Davi, Jeremias, Pedro, Paulo, ou qualquer outro personagem dos tempos bíblicos! Ser qualquer um, menos eu mesmo!
A verdade de que Deus nos quer da maneira que Ele nos criou deve ser martelada constantemente em nossa mente. Se Deus nos quisesse com dons e talentos que não temos, vivendo em outra época e em outros lugares, Ele nos teria feito assim.
Um dos textos bíblicos que enfatizam essa verdade é o Salmo 139.13-16. Lemos que Deus deu forma às pessoas quando ainda estavam no ventre de suas mães. E que cada um foi feito de um modo distinto e maravilhoso. Como um alfaiate, Ele bordou o corpo e as características de cada pessoa quando ainda estava oculta aos olhos humanos. Como um tecelão, Ele entrelaçou os fios para compor a vida de cada um.
Em Atos 17.26 lemos que Deus marcou o tempo e o local da habitação das pessoas. Querer ser outra pessoa é acreditar que Deus errou na confecção da nossa vida.
Talvez você pergunte: se é assim, porque a Bíblia ordena que a gente imite aqueles que agradaram a Deus?
Quando a Bíblia ordena que busquemos seguir o exemplo de alguém, ela está pensando em nosso caráter e nossa fé. Não nos talentos, tempos, oportunidades, ou outros fatores que fogem ao nosso controle.
O que precisa ser mudado em nossa vida é aquilo que o pecado deturpou. Criados por Deus, fomos contaminados e deformados pelo pecado. Nosso anseio deve ser sim por outra vida, mas uma vida nova, transformada pelo amor e poder de Deus. Devemos buscar ser o que Deus quer que sejamos com a forma física e os talentos que Ele nos doou, no tempo, no espaço e nas circunstâncias que Ele nos permite viver.
O alvo de Deus é que sejamos semelhantes a Cristo com o corpo que Ele nos deu, usando os talentos e dons que nos permitiu ter, aperfeiçoando o temperamento que escolheu para nós, nos lugares, tempos e condições que determinou para nossas vidas.
A felicidade está em enfrentar a vida com fé em Deus, aceitando Sua vontade e firmando-se na esperança do céu. Não queira ser outra pessoa, Deus quer você da maneira como Ele criou. Saiba que se Deus quisesse você diferente, Ele assim teria feito. Contente-se com o que você é, lute contra o pecado que deforma você e espere o dia quando você, finalmente, será e estará perfeito com Deus. O verso final do hino citado no início do artigo enfatiza essa verdade.
Mas sei que um dia o rei Jesus vai voltar
Pra buscar o seu povo
E os que foram lavados no Seu sangue
Vão com Ele nas nuvens se encontrar
Como sou feliz
Saber que não é sonho, nem loucura 
O que a Bíblia diz

4 comentários:

Nina Marques disse...

Tremendo. Veio num momento certo; não porque, eu sinta o desejo de ser alguém diferente, mas me ajudou a dar uma palavra ao meu filho caçula (Raiff Marques), que passa por momentos de angustia ao ver a sua "amiga" Júlia enferma e internada^^ e o tempo todo questionando que gostaria de ser um médico ou ... exercer qualquer função que a ajudasse nesse momento. Aproveito p pedir ao Sr que ore pela a Júlia que se encontra internada e c um nódulo no fígado e possivelmente, espero em Deus que não, precisará de um transplante, ore também pelo o Raiff ´que Deus aclame o seu coração, também por mim e o Edson, que Deus nos capacite p exortá-lo. Deus continue te abençoando, abençoado e estimado Pr Almir. Nina Marques.

Silene Bezerra disse...

Edificante. Deus nos quer como fomos criados por ele. Pois tem sempre o melhor para cada um de nós.

Paulo Brasil disse...

Simples e oportuno.

Em um mundo em que as pessoas permanecem em constante alerta em busca do "novo";
Onde a insatisafação faz parte de todas as reflexões;
Em que as redes permitem o mimetismo de caráter,
O texto - para crentes - é muito oportuno e desafiador.

Que o Senhor seja louvado.

Esther Costa disse...

Agradeço ao Senhor pela tua vida, pastor Almir... Que Deus te abençoe e te dê sabedoria para continuar a nos abençoar com a pregação da palavra dEle!