sábado, 3 de outubro de 2009

VALORIZANDO AS CRIANÇAS


No dia doze de outubro é comemorado o dia das crianças. Neste dia programas especialmente para crianças são realizados, pais e mães se esforçam para dar um presente para os filhos, etc. É válido ter um dia especialmente dedicado às crianças porque nos lembra nossos deveres para com elas, especialmente a importância de valorizá-las. Mas por que devemos dar valor às crianças?

Várias respostas a esta pergunta poderiam ser dadas. Por exemplo: educando as crianças agora, elas nos darão alegrias mais tarde; o futuro da igreja depende do modo como tratamos as crianças hoje; o que plantarmos na mente de uma criança, alimentará o restante de sua vida, etc. No entanto, creio que a mais importante para os seguidores de Cristo é: Jesus valoriza as crianças.

Para comprovar isto vou apresentar quatro declarações de Jesus. A primeira está em Marcos 9.36,37. Os discípulos discutiam quem era o mais importante entre eles, Jesus toma uma criança, coloca-a nos braços, e diz que receber uma criança como aquela era o mesmo que recebê-Lo. Jesus estava querendo mostrar que serviço e tratamento de honra não é algo que se dá apenas aos grandes, aos maiores, mas também aos pequenos. Jesus tratou com dignidade aquela criança, e disse que é assim devemos fazer. Servir os pequeninos é servir a Jesus. Tratá-los com honra é honrar a Jesus. Tanto no seu gesto, como nas suas palavras Jesus demonstrou que valoriza as crianças.

Outra está em Mateus 18.6, onde Jesus claramente afirma que é melhor amarrar uma grande pedra no pescoço e se atirar no meio do mar, do que fazer tropeçar (escandalizar) um dos pequeninos que crêem Nele. O termo traduzido como pequeninos , tanto pode se referir a pequenos fisicamente como a novos na fé. Uma criança é as duas coisas, tanto é pequeno fisicamente, como pequeno na fé. Escandalizar, ou fazer tropeçar, indica qualquer atitude que leve aquele pequeno a se desviar do caminho de Cristo. Jesus deixa claro a responsabilidade pelos pequenos. Fazê--los cair é também a nossa queda. Com esta séria advertência Jesus valorizou os pequenos que crêem Nele.

Ainda em Mateus 18, no verso 10, Jesus nos ordena a não desprezar os pequeninos. Desprezar inclui mão valorizar, tratar com desinteresse, não fazer caso. A razão dada por Jesus para esta ordem é que Deus está cuidando deles, olhando para eles. Já que Deus mostra interesse por eles nós devemos demonstrar também. O cuidado de Deus pelos pequenos demonstra que Jesus os valoriza.

A última declaração está em Marcos 10.13-16. Algumas pessoas (talvez os pais) trazem crianças para Jesus tocar nelas e as abençoar. Só que os discípulos vêem isto como um empecilho ao trabalho de Jesus, e repreendem aquelas pessoas. Quando Jesus viu o que os discípulos faziam ficou indignado, esta palavra indica forte desagrado. Ordena que os discípulos deveriam deixar as crianças chegar até Ele. Não deveriam furtar esta graça àquelas crianças, negar-lhes este privilégio. Não era para criar embaraço às crianças chegarem até Jesus. As crianças que chegam a Jesus têm o Reino dos céus. Jesus então abraçou e abençoou cada uma daquelas crianças. Deve ter sido um momento bem especial para elas. Por ordenar que não se crie obstáculos para que as crianças conheçam Jesus, por dizer que é possível as crianças entrarem no Reino dos céus, e por dar atenção especial aquelas crianças Jesus valorizou as crianças.

Trabalhar com crianças é para pessoas que talvez não sejam notadas pelos outros, nem valorizadas pelos “grandes”, mas que acreditam que serão valorizadas por Deus por estarem servindo os pequenos que Jesus valorizou. Pessoas que sentem a responsabilidade de não fazer estas crianças tropeçarem na fé. Pessoas que, sabendo do cuidado que Deus tem pelas crianças, querem demonstrar que não as desprezam. Pessoas que acreditam que estas crianças podem ser salvas, podem entrar no Reino dos céus, e por causa disto querem ensiná-las. Pessoas que querem imitar Jesus, abraçando e abençoando crianças com o ensino da Palavra de Jesus.

E então, você valoriza as crianças?

Nenhum comentário: