sexta-feira, 18 de março de 2016

PARÁFRASE POÉTICA DO SALMO 37.1-9 - REAÇÃO QUANDO A INJUSTIÇA PARECE PROSPERAR

       Quando a injustiça se exacerba para prosperar e a indecência se assanha para prevalecer, buscando hostilizar a justiça e fazer pouco da honradez, duas tentações se apresentam como formas adequadas de reação: ira e/ou inveja. 
       Mas uma leitura do Salmo 37 vai nos mostrar que nenhum desses dois caminhos é o aprovado por Deus. O justo e o honrado devem evitar toda violência em sentimento e ação, sabendo que a ira produz mais maldade e injustiça. Ao invés disso deve derramar essa ira diante de Deus, com clamor por justiça, confiar e esperar na ação d’Ele. Fazer de Deus seu deleite e delícia. Deus não está inativo, a justiça triunfará. 



PARÁFRASE POÉTICA DO SALMO 37.1-9 

Por causa dos perversos não te exasperes, 
nem tão pouco os iníquos invejes. 
Pois depressa secarão como erva 
e murcharão como verde relva. 
Que tuas ações sejam confiança e bondade, 
e na terra te alimentes da fidelidade. 
O Senhor seja a tua satisfação, 
pois só Ele contenta nosso coração. 
Lança em Deus teu itinerário, 
confia, Ele fará o necessário. 
Fará surgir como luz tua justiça 
 e teu direito como sol que brilha. 
 No Senhor espera e descansa, 
firmando-se n’Ele com segurança. 
Não exasperes com a prosperidade 
do que caminha projetando maldade. 
Abre mão da ira, o furor deixa de lado, 
pois o mal se abriga no coração irritado. 
Sabe com certeza que Deus excluirá o mal, 
e os que n’Ele esperam triunfarão no final.

2 comentários:

Darlene Kids disse...

Amém! Muito edidificante.

Elma Sales Morais disse...

Muito bom, poeta de Deus.