quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Honrando mais a glória de Deus do que a nossos filhos

        Filhos são verdadeiros tesouros! Tão preciosos que nos afeiçoamos a eles de modo muito intenso. Mas, existe um perigo, o do nosso amor por eles se tornar maior do que o nosso amor a Deus.         
     O nosso amor à honra de Deus deve estar acima de nossa afeição por nossos filhos. Em Levítico capítulo 10 temos um acontecimento que ilustra esta verdade.         
       Os dois filhos mais velhos do sumo-sacerdote Arão, Nadabe e Abiú, morreram dentro do tabernáculo por terem feito algo que Deus não havia ordenado. Não foi permitido à Arão que manifestasse luto pela morte de seus dois filhos, nem a seus outros dois filhos que chorassem pelos irmãos recentemente falecidos. O restante do povo poderia lamentar, mas eles não. Não lhes foi permitido nem tirar os corpos de dentro do tabernáculo, dois primos fizeram isto.        
        Arão e os dois outros filhos, Eleazar e Itamar, deveriam demonstrar uma afeição maior a Deus do que aos filhos e irmãos falecidos. A missão que haviam recebido de Deus exigia isso. O amor à honra de Deus  teria que superar a manifestação de dor pela perda dos familiares.  O trabalho de adoração a Deus tinha mais valor do que o sepultamento de seus filhos. A honra e a santidade de Deus deveriam ser mais amadas do que os filhos.
        O amor a Deus deve estar acima do amor aos filhos.

4 comentários:

Abigail disse...

Pai, obrigada por me amar!!! Mas, principalmente, obrigada por amar mais a Deus, espero que seu amor por Ele aumente a cada dia!!! Sua filha que tambám te ama!

Anônimo disse...

Pastor, O texto da morte dos filhos de Arão está em Levítico 10!

Almir Marcolino Tavares, disse...

Obrigado pela correção, prezado irmão. Agradeço sua ajuda.

Almir Marcolino Tavares, disse...

Agradeço aqueles que me ajudam, corrigindo e oferecendo sugestões. Pois é assim que aprendemos e crescemos. Obrigado