segunda-feira, 15 de outubro de 2007

LIVRA-ME DA MENTIRA !

      Vivemos rodeados de mentiras. É impossível passar um dia sem se que nos deparemos  com palavras ou ações mentirosas tanto de nossa parte, como da dos outros. São
- mentiras da publicidade que afirmam saber o que preciso e desejo;
- mentiras que oferecem a alegria rápida através da diversão barata;
- mentiras dos homens públicos que prometem resolver os problemas comunitários, mas o que querem é resolver os problemas deles;
- mentiras de conselheiros que afirmam ser preciso dar vazão aos desejos egoístas para se adquirir  a felicidade;

- mentiras dos que oferecem uma fórmula fácil para o sucesso, que funciona apenas para os que vendem a tal fórmula;
- mentiras das religiões, que em nome de Deus oferecem conselhos que curam apenas supercialmente os problemas das pessoas;
- mentiras dos pastores que para manter suas igrejas cheias dão um jeito nos mandamentos de Deus, e seguem as modas religiosas do mundo;
- mentiras dos moralistas que acreditam que somente com esforço próprio podemos nos livrar dos  vícios, pois o homem é senhor de seu destino e capitão de sua alma;
- mentiras dos libertinos que ensinam que podemos desobedecer a Deus, porque no final tudo vai dar certo;
- mentiras  que afirmam que a razão dos meus problemas está nos outros e não em mim e que se eles mudassem minha vida seria mais feliz;
- mentiras de que se o mundo fosse do meu jeito a minha vida seria melhor;
- mentiras de que nós podemos salvar a nós mesmos.

Mentiras e mais mentiras. Neste mundo rodeado de mentiras o peregrino clama: “SENHOR, livra-me dos lábios mentirosos, da língua enganadora.” (Sl 120.2). A maior guerra no mundo está na nossa mente e é entre a mentira e a verdade. 
Quais formas a mentira assume? Enquanto a verdade nunca muda, pois no dia que mudar deixa de ser verdade, a mentira é mutante e assume várias formas. 
Mentir é falar ou agir em desacordo com a verdade e a realidade. A mentira se manifesta de várias formas: 
- quebrar uma promessa; 
- ser infiel a um acordo; 
 - agir sem uma base (como odiar alguém sem causa, Sl 38.19); 
 - usar de falsidade no comércio (Am 8.5); 
 - não recompensar com o resultado adequado (como Nabal fez com Davi, 1 Sm 25.21); 
 - falar o que de fato não ocorreu (Ex 20.16; Dt 19.18); 
 - gabar-se contando vantagens (Pv 25.14); 
- cobrir a verdade com uma pintura que a distorce (Jó 13.4);
 - passar-se pelo que de fato não é (como ídolos que se passam como auxiliadores, mas não podem socorrer Jr 10.14,15); 
 - despertar esperanças que não serão cumpridas (Hc 2.18); 
 - confiar em algo que não têm condições de honrar a confiança (Sl 33.17); 
 - falar em nome do Senhor, quando o Senhor não falou (sonhos e profecias, mentirosos, Jr 23.25,32); 
 - encobrir os verdadeiros sentimentos com palavras falsas (Pv 10.18); 
 - afirmar que não tem pecado (1 Jo 1.10); 
 - dizer que conhece os mandamentos de Deus, mas não guardar (1 Jo 2.4); 
 - dizer que ama a Deus, mas odiar o irmão (1 Jo 4.20); 
 - arrepender-se com fingimento (Jr 3.10); 
- negar as doutrinas bíblicas (1 Jo 2.22). 
 Tudo isto é manifestação da mentira. 
Como acontece a mentira? Ela começou com o pai da mentira, o Diabo (Jo 8.44). A mentira é algo que pertence a ele, que lhe é próprio, ele mente desde o princípio. Ele é o enganador de todo mundo (Ap 12.9). Ele usa vários meios para espalhar a mentira: os seus filhos que desvirtuam a verdade de Deus (At 13.10); a sedução do mundo (Ef. 2.2). Mas o modo mais comum é atrair usando nossos próprios desejos: 
 - a ganância e o de ganhar dinheiro fácil (Jr 8.10); 
 - o de impressionar (Pv 25.14); 
 - o de conseguir escape diante de situações complicadas, sem enfrentar as dificuldades (Is 28.15); 
 - o de enganar as pessoas (Pv 10.18); 
- e todos os outros desejos ilícitos. 
A mentira nasce no coração, onde é concebida em segredo (Is 59.13); depois é declarada. Com o passar do tempo incorpora-se ao caráter da pessoa, de modo que ela não consegue falar sem mentir, sua língua e seus lábios são caracterizados como mentirosos (Pv 12.22;26.28); torna-se um seguidor do espírito da mentira (Mq 2.11), toda sua vida passa a ser orientada pela mentira (Pv 17.4), e ela mesma é iludida por sua própria mentira (Is 44.20). 
Quais os resultados da mentira? A mentira pode até ser agradável e funcionar no início, mas depois será como pedras nos dentes (Pv 20.17). Mentir é pecar contra Deus (Is 59.13), Ele odeia a mentira (Pv 6.16-19; 12.22), e não a permitirá em Sua presença (Sl 101.7), logo ela será desmascarada (Pv 12.19) e punida (Pv 19.5,9). Os benefícios conseguidos com mentiras são ventos passageiros, que não trazem nada de utilidade permanente e ainda nos arrastam para a destruição (Pv 21.6; 25.14). O destino final dos mentirosos será o lago de fogo (Ap 21.18). 
Como posso me defender da mentira? Clamar a Deus, como o salmista (120.3; 144.11) e conhecer e apoiar-se na verdade da Palavra de Deus (Sl 119.69,86,128). Neste mundo cheio de mentiras somos chamados para seguir a verdade e a viver a verdade (Ef 4.15). Por isso, clamemos a Deus que nos livre da mentira!

5 comentários:

fatima disse...

72829O pai Nosso cita: não nos deixes cair em tentação e livra-nos de todos os males Amém.Quando terminei de ler esta mensagem,logo me veio esse versículo a mente. Suplico a Deus que refreie minha lingua e me guarde do homem mau.

andre disse...

Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é o cabeça, CRISTO. EF. 4:15
Por isso deixando a mentira, fale cada um a verdade com seu proximo, porque somos membros uns dos outros. Ef. 4:25

Vinicius Ramos disse...

Não é fácil seguir com a verdade, pois o caminho mais fácil é o atalho da mentira. Só reconhecendo que somos pecadores e carecemos da ajuda de Deus conseguimos força suficiente para enfrentar o caminho mais difícil da verdade. O Apostolo Paulo expõe a questão e a solução: "Mas, se a verdade de Deus brilha ainda mais para a sua glória por minha mentira, por que serei eu ainda julgado pecador?"
Romanos 3:7 / "e são justificados gratuitamente por sua graça; tal é a obra da redenção, realizada em Jesus Cristo."
Romanos 3:24

Emylle Kaynar disse...

Sim, pastor, essa é uma luta diária, apesar de ser menosprezada por tantos. Pastor, lendo Os Irmãos Karamazov, fiquei muito impressionado com esse texto:
"Um homem que mente para si mesmo, e acredita nas suas próprias mentiras, se torna incapaz de reconhecer a verdade, tanto nele quanto em qualquer outra pessoa, e termina perdendo o respeito por si mesmo e pelos demais. Ao perder o respeito pelos outros, se torna incapaz de amar."
Fiódor Dostoiévski - Os Irmãos Karamazov

Almir Marcolino Tavares, disse...

Fiador Dostoiévski expressou uma verdade Emylle Kaynar. A mentira produz uma reação em cadeia que leva à perda do respeito e do amor. Obrigado pela citação.